Retail media é a solução para a publicidade digital atender à LGPD?

Retail media é a solução para a publicidade digital atender à LGPD
Compartilhe Este Post:
Navegue pelo artigo:

Se você utiliza ações de Marketing Digital para divulgar seus produtos ou serviços, é importante entender como a Retail Media e a LGPD se relacionam. Pois, essa pode ser a solução que a publicidade digital tanto aguardava.

Principalmente para as empresas que já utilizam a estratégia de anúncios patrocinados, no Google ou em redes sociais. Certamente não querem receber uma “multinha” de 2% sobre o faturamento quando não respeitarem a privacidade dos dados pessoais. 

cookies em websites
cookies-website

Como a Retail Media contribui para que as empresas superem esse grande desafio na tentativa de aumentar suas vendas on-line?

Bom, é isso que o nosso especialista e CEO Joel Cunha vai abordar no artigo de hoje.

Por que o formato Retail Media é interessante para atender a LGPD?

Antes de responder essa pergunta, é preciso explicar que a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) tem como fundamento a proteção de dados pessoais. Independente do meio (digital ou não),  do país de sua sede ou do país onde estejam localizados os dados, contanto que:

I – a operação de tratamento seja realizada no território nacional;

II – a atividade de tratamento tenha por objetivo a oferta, fornecimento de bens, serviços ou o tratamento de dados de indivíduos localizados no território nacional; ou

III – os dados pessoais objeto do tratamento tenham sido coletados no território nacional.

Dito isso, podemos entender melhor o impacto que temos nas ações de Marketing Digital para capturar leads ou segmentar campanhas em que usamos dados de terceiros (third-party).

Não faz muito tempo que vimos o caso Facebook e a empresa Cambridge Analytica ganhar os noticiários no mundo todo.

dJYz7qoxutopGuOktGgH8 SsEOjpVleAgKdu6JTVHanL3xJBNbQR9WQJhNllAbh bn7Yz24DF fq8NdQ3E4mVgr23DCGVREdxm AS bzg5 RQusVrRz6WuA6y yx2tRLjKx8QdxH W8t44rZfB4GljBOlQ29nxxF9H4hq9u7 20i PjLOEDa0RJeJQLBA
Mark Zuckerberg no caso da Cambridige Analytica fonte: NBC News

Tá, mas onde a Retail Media entra nessa história?

Retail Media e LGPD

A Retail Media funciona com empresas do varejo fornecendo espaço de anúncios patrocinados para outras empresas.

Na internet temos os Marketplaces como Amazon, Mercado Livre ou empresas com alta audiência em seus sites (como empresas financeiras e de viagem).

Dessa maneira, quando os usuários entram nestes sites, aplicativos ou outros canais, são impactados por anúncios patrocinados com alta relevância para seus interesses.

Sem a necessidade de utilizar cookies ou dados externos de terceiros (third-party).

Assim, com a Retail Media, a LGPD não é impactada.  

Ok, mas como os anúncios de Retail Media são segmentados?

Os dados vêm do próprio varejista, são dados “first-party”. Por isso, não há necessidade de os anunciantes utilizarem outras fontes para entregar anúncios segmentados. 

As informações são dos usuários que já possuem uma conta naquele varejista.

Além disso, a segmentação já ocorre na origem, ou seja, a área de atuação do varejista já determina o perfil do público-alvo que se deseja.

Por exemplo, se uma marca atua no segmento de decoração de interiores, pode fazer publicidade paga nas páginas de produto de lojas como a Leroy Merlin, ou até mesmo na categoria Casa, Móveis e Decoração do Mercado Livre.

Como resultado, não precisa usar o Google Ads, que exige outro tipo de consentimento do usuário para imprimir e segmentar os anúncios.

E tem um outro fator mais importante, atingir o consumidor no momento certo. Pois, ele já está na fase da jornada de compra mais desejada: a decisão de compra (final do funil).

Não é só na LGPD que a Retail Media tem vantagens!

Muitos consumidores mudaram agressivamente seu comportamento de compra após a pandemia. De acordo com o portal da FGV, só em 2021 as vendas on-line cresceram 27%. Isso mostra que parte das compras em lojas físicas migraram para o comércio eletrônico. 

Com isso, as marcas tiveram que adotar novas estratégias digitais e elaborar ações para alcançar o público desejado.

Estamos diante da nova onda do Marketing Digital em que a mídia de varejo está em alta e promete revolucionar a publicidade patrocinada. 

Displays e cartazes em corredores ou gôndolas de supermercados agora estão nas “prateleiras digitais” de sites e aplicativos de grandes varejistas.

É possível criar campanhas personalizadas sem cookies?

Loretta Jordan, gerente sênior de marketing de produtos da Criteo Retail Media, explica: “A publicidade personalizada não vai desaparecer; ela apenas dependerá mais dos dados primários (first-party). Os varejistas estão bem posicionados para atingir os consumidores usando este tipo de dado. Como resultado, conseguem medição real baseada em vendas e interesses”.

É importante lembrar que os cookies no marketing digital ainda são um desafio para as empresas atenderem à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Uma vez que depende de o usuário autorizar o uso dos cookies em seu navegador, as campanhas de publicidade paga podem não atingir os resultados esperados.

Sobretudo porque as informações de segmentação das campanhas de anúncios patrocinados dependem muito dessas informações coletadas através dos cookies.

Contudo, nas ações de Retail Media isso não é mais um problema. Os dados para segmentação dos anúncios são de usuários cadastrados nas plataformas de varejo. 

Repare que a mídia de varejo é sim uma solução para a criação de campanhas patrocinadas na internet sem ter problemas com a LGPD. Além disso, permite direcionar melhor os investimentos de marketing para atrair um público altamente qualificado.

Quer saber mais sobre como a Retail Media pode contribuir nas ações da sua empresa? Acompanhe nosso blog e fique por dentro das principais informações sobre publicidade na mídia de varejo.

Acompanhe tudo Sobre Product Ads

Conteúdos Rápidos

Busque o assunto de seu interesse

Receba nossa News Letter

Digite seu email para receber atualizações do blog e aprender mais sobre o Mercado Livre!

Conheça nossas soluções

Product Ads

Como você ainda não começou a vender, não é possível ativar seu Mercado Ads neste momento. No entanto, temos um parceiro que pode auxiliar você nos primeiros passos para iniciar suas vendas no Mercado Livre. Para mais informações, clique aqui. Agradecemos seu interesse e tempo dedicado às perguntas iniciais. Se tiver mais dúvidas ou precisar de assistência adicional, sinta-se à vontade para nos contatar pelo botão de WhatsApp ou pelos números na nossa página de contato. Estamos à disposição para ajudar!

O Mercado Livre só permite utilizar o Product Ads (Mercado Ads) se você já fez mais de 25 vendas.

Como você ainda não fez 25 vendas, não é possível ativar seu Mercado Ads neste momento. No entanto, temos um parceiro que pode auxiliar você nos primeiros passos para iniciar suas vendas no Mercado Livre. Para mais informações, clique aqui. Agradecemos seu interesse e tempo dedicado às perguntas iniciais. Se tiver mais dúvidas ou precisar de assistência adicional, sinta-se à vontade para nos contatar pelo botão de WhatsApp ou pelos números na nossa página de contato. Estamos à disposição para ajudar!