Marketing de Varejo já é realidade no Brasil. Entenda como ela funciona e porque adotar essa estratégia!

Marketing de Varejo já é realidade no Brasil
Compartilhe Este Post

A consolidação do comércio eletrônico nos hábitos de compras dos brasileiros, obriga as grandes marcas a buscarem novas formas de publicidade para atrair seus consumidores. E nesse sentido o marketing de varejo ganha cada vez mais espaço. 

Se o ritmo aqui no Brasil seguir o mesmo que já acontece nos EUA, a publicidade com Retail Media receberá aproximadamente 25% do investimento em publicidade digital até 2026!

Então, o marketing de varejo é uma ótima oportunidade para as marcas brasileiras. Podemos pensar no velho ditado: “Quem chega cedo, bebe água limpa”, ou seja, as marcas podem aproveitar e se especializar neste tipo de mídia e consumir a “água limpa” primeiro.

Neste artigo, nosso CEO e especialista em Retail Media, Joel Jonathan, aborda como o Mídia de varejo pode ser uma estratégia eficaz para alcançar e fidelizar clientes nas vendas on-line.

O que é o marketing de varejo?

Marketing de varejo são as ações estratégicas de publicidade para atrair e fidelizar clientes. São direcionadas aos consumidores com maior potencial de compra. Além de aumentar as vendas, é uma maneira eficaz na construção da imagem da marca, tornando-a mais conhecida (branding).

Isso tudo é possível porque na publicidade de varejo as campanhas aparecem nos lugares certos e na hora certa. Dessa forma, os anúncios convertem mais vendas do que campanhas em redes de display, search ou em mídias sociais.

Como funciona o marketing de varejo?

O marketing de varejo funciona da seguinte maneira: grandes sites e marketplaces disponibilizam espaços publicitários em seus sites e aplicativos.

Assim, as marcas podem impactar diretamente os clientes em potencial, com anúncios relevantes e personalizados. São as ações de Retail Media.

No Brasil, os principais varejistas que oferecem marketing de varejo são: Mercado Livre, Amazon, B2W, Magazine Luiza, Netshoes, Submarino e Via Varejo. 

Como o marketing de varejo pode ajudar a aumentar as vendas? 

Ao contrário do que ocorre na publicidade digital tradicional, o marketing de varejo é feito em canais com alto potencial de atingir um público qualificado.

Nesse sentido, sites de compras com alto volume de visitas são mais atrativos do que criar campanhas em redes de display, search ou mídias sociais. 

Por qual razão? Porque o consumidor já está disposto a realizar uma compra, é o que chamamos de “final de funil”.

“O potencial de converter a venda de um produto é maior quando estamos dentro de um site que já tem esse propósito. O Google é uma excelente ferramenta para buscarmos informações antes de decidir pela compra. Mas, quando já sabemos o que vamos comprar, anúncios em sites como o Mercado Livre e Amazon, por exemplo, são mais eficazes do que os links patrocinados do Google Ads. (Joel Jonathan Cunha)”

O que faz o marketing de varejo ser mais assertivo?

Um dos principais motivos para as campanhas de publicidade na mídia de varejo serem mais eficientes está na segmentação dos usuários.

As plataformas de varejo possuem informações reais dos interesses, perfil de compras e desejos dos consumidores. São dados ricos e coletados diretamente na fonte, chamados de “first-party”.

Assim, as campanhas de marketing conseguem impactar diretamente os clientes em potencial, com anúncios que aparecem nos lugares certos e na hora certa.

Essa é uma forma muito mais assertiva de fazer publicidade patrocinada, sem depender dos famosos cookies. Além disso, não corre o risco de invadir a privacidade do usuário, pois os dados são exclusivos da plataforma do varejista.

A terceira onda do marketing digital.

A pandemia do coronavírus trouxe muitas mudanças para o mundo, inclusive para o marketing digital. Com o aumento do comércio eletrônico, as plataformas de varejo se tornaram ainda mais relevantes. 

Segundo a eMarketer, em 2026 o Brasil será o quinto país do mundo em termos de investimentos publicitários no ambiente digital. Esse crescimento é resultado da mudança no comportamento do consumidor, que está cada vez mais propenso a comprar online. 

A terceira onda do marketing digital é a consolidação do varejo online como o principal canal de compras. Nesse cenário, as plataformas de varejo se tornam ainda mais relevantes, pois são elas que oferecem a melhor experiência de compra aos usuários. Mas existem outros fatores para a mídia de varejo estar em alta.

Veja nosso artigo A mídia de varejo está em alta: é hora de usar Retail Media? e entenda melhor porque essa estratégia ganha espaço no ambiente digital e, a cada dia, cresce nas ações de publicidade.

Assim, poderá ver que Retail Media deve ser o principal driver de publicidade paga no marketing digital para uma marca atrair mais clientes e alavancar as vendas.

Maior canal de Retail Media no Brasil.

A exemplo do que já ocorre nos EUA, o Brasil já apresenta plataformas maduras para a estratégia de Retail Media. Atualmente o maior player da América Latina é o Mercado Livre com a sua plataforma Mercado Ads.

Ela entrega dados e insights proprietários, além de soluções que impactam toda a jornada de decisão de compra dos usuários. É uma audiência de usuários relevantes com mentalidade de compra. 

As soluções do Mercado Livre Ads possuem formatos de branding (Brand Building) e performance (Product Ads). 

De acordo com dados disponibilizados na plataforma do Mercado Ads Academy, as marcas que fizeram Branding no Mercado Livre cresceram em média 12% na lembrança dos consumidores.

Além disso, em comparação com outros meios de publicidade on-line, este tipo de ação foi 224% mais efetiva para gerar awareness (consciência de marca).

Veja nosso artigo sobre: Mercado Livre Ads vale a pena para aumentar as vendas?

“No Mercado Ads, o diferencial se dá na possibilidade de criar campanhas de retail media para estar presente em todas as etapas da jornada do cliente: reconhecimento, consideração e decisão de compra. Assim, é possível impacta-lo com anúncios assertivos em cada uma delas.”

Em entrevista ao site Meio&Mensagem, a diretora sênior de Mercado Ads, Fabiana Manfredi, corrobora a visão do nosso CEO Joel Jonathan.

“Temos que criar campanhas, ativações e adequar as mensagens, de acordo com as necessidades e interesses do consumidor. O segredo é acertar no formato e abordagens para determinada audiência. Valendo-se de insights valiosos, que entreguem e agreguem relevância e aumentem a preferência”, pontua Fabiana. (Tendências e Inovação no Retail Media – Meio&Mensagem).

Concluindo

Diante da terceira onda da publicidade digital, as marcas precisam desenvolver novas ações, formatos e soluções para atingirem seu público. O Marketing de varejo ganha novos contornos e entra de vez nas estratégias de publicidade digital.

E aí, vai ficar de fora? Quer saber mais sobre como aproveitar essa nova era do marketing digital? 

Fique ligado aqui no Blog da Conecta Ads. Nossos conteúdos são criados por especialistas em Marketing Digital e profissionais experientes em Retail Media. Aqui você ficará por dentro das principais informações neste setor.

Chegou a hora de tomar uma atitude!

Digite seu email para receber atualizações do blog e aprender mais sobre o Mercado Ads!